OLHE PARA O ALTO

fe

Saindo Jesus dali, dois cegos o seguiram, clamando: “Filho de Davi, tem misericórdia de nós! ”
Entrando ele em casa, os cegos se aproximaram, e ele lhes perguntou: “Vocês crêem que eu sou capaz de fazer isso? ” Eles responderam: “Sim, Senhor! “

E ele, tocando nos olhos deles, disse: “Que lhes seja feito segundo a fé que vocês têm!“.

Mateus 9:27-29


No dia-a-dia, acabamos absorvidos pelos problemas rotineiros, e eventualmente somos gradativamente sufocados por eles; pequenas tribulações, sob a forma de doenças, dores crônicas, injúrias, mentiras, falta de perdão, traição, falta de recursos, intrigas, maledicências, dentre tantos outros.

O que fazer? Podemos resolver? Se sim, mãos à obra, caso contrário, olhe para o alto!

Ore, peça, confie! Jesus disse: “que lhes seja feito segundo a fé que vocês têm!”, então cabe a reflexão, como anda a minha fé? Eu creio que o meu Deus é maior que o meu problema? Creio que ele pode curar, perdoar, prover, me justificar?

David diz no salmo 37:5  “Entregue o seu caminho ao Senhor; confie nele, e ele agirá.


Pai celeste, em ti confio minha vida. Entrego-te meus problemas e te peço tua sabedoria e discernimento para distinguir sua voz no meio da multidão.

Daniele Mary Ashikaga Bernini
Anúncios

RESPOSTA DE DEUS

oração2

Certo dia estava refletindo sobre o tempo da resposta de Deus. Todos sabemos que muitas orações levam um bom tempo para serem atendidas, outras vezes, por vontade de Deus, nem mesmo são atendidas e outras ainda são quase imediatas. Esse é um mistério que não nos cabe entender, é vontade de Deus!
O que gostaria de refletir aqui são aquelas situações em que, para nós, a resposta é demorada. Mas será que todas essas orações, que para nós, a resposta é demorada, são mesmo demoradas? Ou somos nós, que muitas vezes não percebemos que certas situações e oportunidades que aparecem eram as respostas aos nossos pedidos?
Neste mesmo dia que fiz esta reflexão, fui com minha família em um culto, e durante a pregação o pastor falou algo que novamente me remeteu a este pensamento; ele contou uma lenda que dizia:

Houve uma enchente de grandes proporções em uma região muito pobre e isolada, e um homem estava sozinho em sua casa quando a água a invadiu. Ele não teve muito o que fazer a não ser subir no telhado da casa e esperar por ajuda. Porém, o vizinho mais próximo ficava a alguns quilômetros de distância. Durante o tempo que esteve sozinho no telhado, já sem muita esperança de ser resgatado, teve a vontade de fazer uma oração e pedir que Deus mandasse um anjo para salvá-lo. Esperou mais um tempo, quando passou um senhor muito humilde em um bote de madeira e ofereceu ajuda, mas o homem que estava ilhado no seu telhado disse: “Não obrigado, estou esperando o anjo do Senhor vir me salvar”. Após mais um tempo, passou uma lancha e ofereceu ajuda, e o homem insistiu: “Obrigado, mas estou esperando um anjo do Senhor me salvar”. Depois de mais um tempo apareceu um barco do corpo de bombeiros. Mas o homem novamente disse: “Obrigado, mas estou esperando um anjo do Senhor me salvar”. Bom, resultado desta insistência: as águas continuaram a subir e o homem acabou se afogando e morreu. Quando chegou ao céu, ele perguntou a Deus: “Meu Senhor, eu orei com tanta fé e o Senhor não me atendeu? Eu pedi que me enviasse um anjo para me salvar e o Senhor não me ouviu? ” Deus então respondeu: “Claro que ouvi meu filho, enviei não um, mas três anjos, o primeiro em um bote, o segundo em uma lancha e até mesmo um outro junto com o corpo de bombeiro, e você recusou todos! ”.

Essa lenda me fez refletir novamente! Muitas vezes pedimos, pedimos e pedimos em orações, mas não nos damos ao trabalho sequer de prestar atenção nas oportunidades que aparecem diante de nós. Às vezes, porque estamos com preguiça de sair de casa em um domingo à tarde, ou então em uma noite fria de inverno, ou até mesmo por medo de nos expormos e por tantas outras desculpas que arranjamos para não sair do nosso comodismo e assim não vemos as respostas de Deus para nossas vidas – e o barco vai embora!
É claro que Deus pode tudo e da forma que Ele achar melhor, atenderá às nossas orações. Porém, temos que ter em mente que muitas vezes a resposta é uma oportunidade que aparece e nós temos que estar atentos, para ao menos avaliar e sentir em nosso coração se é ou não a resposta que estamos esperando. Quando pedimos algo, queremos que aconteça como mágica, “abracadabra” e pronto, seu desejo aparece na sua frente! É possível? Para Deus, tudo é possível, mas penso que Deus, como um bom Pai, não quer que sejamos mimados. Se for da vontade de Deus, seu pedido será atendido, mas deve haver um esforço de nossa parte. Temos que estar atentos, em constante busca daquilo que queremos e estar sempre perseverantes em oração.
Seja perseverante; o barco vai passar, mas esteja atendo para não o dispensar!

“Peçam, e será dado;
busquem, e encontrarão;
batam, e a porta será aberta.
Pois todo o que pede recebe;
o que busca encontra;
e àquele que bate,
a porta será aberta.
Mateus 7:7-8


Senhor, renova minhas forças a cada dia, para que eu não me acomode e persevere na busca de tudo aquilo que é da tua vontade. Que meus olhos possam enxergar sua luz e que ela seja o meu guia de todos os dias e em todas as batalhas.


Andre Ricardo Bernini

O AMOR DE DEUS!

O AMOR DE DEUS

Estando Jesus em casa, foram comer com ele e seus discípulos muitos publicanos e “pecadores”. Vendo isso, os fariseus perguntaram aos discípulos dele: “Por que o mestre de vocês come com publicanos e ‘pecadores’? “

Ouvindo isso, Jesus disse: “Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes.
Vão aprender o que significa isto: ‘Desejo misericórdia, não sacrifícios’. Pois eu não vim chamar justos, mas pecadores”.

Mateus 9:10-13


É fácil amar pessoas que nos amam, porém, quando falamos em nossa missão de levar o amor de Deus às pessoas, estamos nos referindo aos “pecadores” citados nos versos acima. São pessoas que muitas vezes não conhecem tal amor, apenas ouviram falar.

Quando se trata do amor de Deus, não é apenas o amor sentimental, mas basicamente o amor ação, como por exemplo, a solidariedade, o respeito, a ajuda voluntária, o acolhimento, a boa ação, o abraço, e por que não a correção, quando necessária.

A nossa tendência humana é nos aproximarmos de pessoas que nos tratam bem. Não tem nada de errado nisso, é um comportamento natural. Porém, Jesus nos ensina a agirmos de forma mais ampla, quando diz que devemos ir ao encontro dos “doentes”. Aí está o desafio, lidar com pessoas de mal com a vida, depressivas, egoístas, com doenças de origem psicossomáticas, e às vezes em situações muito difíceis, sob batalhas espirituais.

Fácil? Não! Nem um pouco…

“Como é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! São poucos os que a encontram”.

Mateus 7:14

Mas não basta encontrar a porta se ficarmos só do lado de fora, admirando, sem a iniciativa de adentrarmos. Vamos entrar?


Senhor, que eu tenha a coragem de agir, sabedoria para distinguir as oportunidades e que meu agir seja movido pelo Teu amor, para Sua honra e glória.


Daniele Mary Ashikaga Bernini

MENSAGEM – 26 de maio

Folhas de oliveira de esperança


E a esperança não nos decepciona, porque Deus derramou seu amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu.

Romanos 5.5


“Ao entardecer, quando a pomba voltou, trouxe em seu bico uma folha nova de oliveira” (Gn 8.11).

Uma folha de oliveira. Noé já teria ficado feliz em ver o pássaro de novo, mas com uma folha no bico? Essa folha era mais do que folhagem; era a promessa. O pássaro trouxe mais do que um pedaço de árvore; trouxe esperança. A esperança não é isso? A esperança é uma folha de oliveira — evidência de terra seca depois do dilúvio. Prova para o sonhador que sonhar vale o risco.

Não amamos as folhas de oliveira de nossa vida?

“Parece que o câncer está em remissão.”

“Posso ajudar você na parte financeira.”

“Vamos passar por isso juntos.”

Além disso, não amamos as pombas que as trazem? Quando o pai ajuda o filho a superar a primeira decepção afetiva, ele está lhe dando uma folha de oliveira. Quando a esposa de muitos anos consola a esposa de poucos meses, quando lhe diz que os conflitos existem e que todo marido tem seus dias de mau humor e que as tempestades passarão, sabe o que ela está fazendo? Ela está dando uma folha de oliveira.

Amamos nossas folhas de oliveira. E amamos aqueles que as entregam.


Deus Pai, tu és a maior coisa pela qual podemos esperar. Descansamos seguros de que tu estarás conosco em meio aos nossos problemas. Tu não necessariamente eliminarás nossos problemas, mas estarás sempre por perto: debaixo de nós para nos segurar e acima de nós para mostrar o caminho. Tu já seguiste por esse caminho antes de nós. Tu segues pelo caminho conosco. Essa é a nossa esperança.


Bom dia! Max Lucado.

MENSAGEM – 25 de maio

O pão da vida


Eu sou o pão da vida. Aquele que vem a mim nunca terá fome.

João 6.35


O processo de transformar grão em pão é exigente. A semente deve ser plantada antes que possa crescer. Quando o grão está maduro, ele deve ser cortado e moído até se transformar em farinha. Antes de poder se transformar em pão, deve passar pelo forno. Pão é o resultado de plantar, colher e aquecer.

Jesus passou por um processo idêntico. Ele nasceu neste mundo. Foi cortado, ferido e espancado na eira do Calvário. Passou pelo fogo da ira de Deus, em nosso favor. Ele “sofreu por causa dos pecados dos outros, o Justo pelos injustos. Ele enfrentou tudo isso — foi morto e ressuscitou — para nos conduzir a Deus” (1Pe 3.18, AM).

Pão da vida? Jesus fez jus ao título. Mas um pão embrulhado não traz bem nenhum. Você já recebeu o pão? Já recebeu o perdão de Deus?

Deus oferece segundas chances, como uma cozinha pública oferece refeições a qualquer um que pedir.

E isso inclui você. Não deixe de receber o pão.


Querido Senhor Jesus, obrigado por ser o pão da vida. Como o pão alimenta nosso corpo físico, do mesmo modo tua Palavra e tua sabedoria fornecem comida para o nosso espírito.


Bom dia! Max Lucado.

MENSAGEM – 24 de maio

O céu é um lugar perfeito


O mundo e a sua cobiça passam, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.

1João 2.17


No céu, você será o melhor você para sempre. Mesmo hoje você tem seus bons momentos. Vislumbres ocasionais de seu eu celestial. Quando você troca a fralda do seu bebê, perdoa o descontrole do seu chefe, tolera o mau humor do seu cônjuge, você mostra traços do sagrado. São os outros momentos que estragam a vida. Língua afiada como uma faca. Humores tão imprevisíveis quanto o vulcão do monte Santa Helena. Essa parte aborrece você.

Mas Deus barra as imperfeições logo no portão. “[Na cidade] jamais entrará algo impuro” (Ap 21.27). Você consegue imaginar sua existência sem pecado?

Você será você aprimorado para sempre.

E você verá todos em seus melhores momentos! No céu, Cristo terá completado sua obra redentora. Toda fofoca extirpada e todo ciúme eliminado. Ele sugará a última gota de mau humor dos cantos mais remotos de nossa alma. Você vai amar o resultado.

O céu é um lugar perfeito, de pessoas perfeitas, com nosso Senhor perfeito.


Pai amoroso, que dia precioso será quando estiver em tua presença, perfeito e são. Que alívio será finalmente ser exatamente como Jesus.


 Bom dia! Max Lucado.

MENSAGEM – 23 de maio

Dê esperança aos outros


Que, com a consolação que recebemos de Deus, possamos consolar os que estão passando por tribulações.

2Coríntios 1.4


O amor é rápido em dizer “tenho esperança em você”.

Você pode dizer essas palavras. Você é sobrevivente de uma inundação. Pela graça de Deus, você encontrou o caminho até a terra seca. Você sabe como é ver as águas baixarem. E, uma vez que sabe, uma vez que passou por um dilúvio e sobreviveu para contar, você está qualificado para dar esperança a outra pessoa.

O quê? Não consegue se lembrar de nenhuma inundação no seu passado? Deixe-me refrescar sua memória.

Lembra-se da torrente dos anos da adolescência? Aqueles foram tempos difíceis. Sim, você está pensando, mas você passou por eles. É exatamente isso que os adolescentes precisam ouvir de você.

O mesmo acontece com os casais jovens. Acontece em todo casamento. O rio do romance se transforma no rio da realidade e os dois ficam pensando se conseguirão sobreviver. Você pode lhes dizer que sim. Você já passou por isso.

Você é um sobrevivente do câncer? Alguém na clínica de oncologia precisa ouvir isso de você. Já sepultou um cônjuge e viveu para sorrir outra vez? Então encontre a pessoa que ficou viúva recentemente e caminhe com ela. Você tem uma oportunidade — sim, de fato, uma obrigação — de dar esperança.


Senhor Jesus, amor e graça são tudo o que fazes. Que o teu amor e a tua graça sejam o que eu faço para os outros. Permita que eu veja a necessidade deles à luz da tua provisão. Que eu ouça seus clamores por ajuda através do eco da tua compaixão. Deixa-me ajudar a curar suas feridas através da tua Palavra poderosa.


Bom dia! Max Lucado.