MENSAGEM – 30 de Abril

Ele ressuscitou


Vão depressa e digam aos discípulos dele: Ele ressuscitou dentre os mortos.

Mateus 28.7


Maria, a mãe de Tiago, e Maria Madalena chegaram ao túmulo para colocar azeite morno em um corpo frio e dar adeus àquele que lhes dera razão para suas esperanças.

As mulheres achavam que estavam sozinhas. Não estavam. Deus guardava uma surpresa para elas.

“Um anjo do Senhor desceu dos céus e, chegando ao sepulcro, rolou a pedra da entrada” (Mt 28.2).

Por que o anjo rolou a pedra?

Por Jesus? Isso foi o que sempre pensei. Mas vamos analisar isso. A pedra precisava ser removida para que Jesus pudesse sair?

Ouça o que o anjo diz: “Venham ver o lugar onde ele jazia” (v. 6).

A pedra foi removida — não para Jesus, mas para as mulheres. Não para que Jesus pudesse sair, mas para que as mulheres pudessem olhar para dentro da tumba!

Maria olha para Maria Madalena e Maria está dando o mesmo sorriso que dera quando pão e peixe não paravam de sair do cesto. De repente, ela podia sonhar de novo.


Jesus, tu vieste ao nosso mundo com o propósito específico de nos dar vida — a vida mais abundante. Tu não és o Deus da tumba, mas da manhã da ressurreição. Podemos sonhar e nos regozijar na vida vitoriosa porque tu estás vivo para atender nossas necessidades.


Bom Dia! Max Lucado.

Anúncios

Mensagem – 29 de Abril

Nossa parte é confiar


A vontade de meu Pai é que todo aquele que olhar para o Filho e nele crer tenha a vida eterna…

João 6.40


Alguns de nós já criaram o próprio versículo bíblico: “Deus ajuda aqueles que ajudam a si mesmo” (Opinião Popular 1.1). Nós damos um jeito em nós mesmos, obrigado. Vamos corrigir nossos erros com contribuições, nossa culpa com ocupação.

Cristo, por outro lado, diz: “Sua parte é confiar. Confie em mim para fazer aquilo que você não consegue”.

A propósito, você dá passos similares de confiança todos os dias, até mesmo a cada hora. Você acredita que a cadeira vai suportar você, de modo que deposita seu peso sobre ela. Você crê que a água vai hidratar você, de modo que a engole.

Você confia regularmente em poderes que não pode ver para realizar algo que você não pode realizar. Jesus convida você a fazer o mesmo com ele.

Apenas ele. Nenhum outro líder, nem mesmo você. Você não pode consertar a si mesmo. Olhe para Jesus, e creia.


Senhor bendito, preciso ser lembrado das tuas simples promessas de descanso e restauração para que possa simplesmente confiar em ti. Ensina-me a confiar mais em ti. Perdoa-me quando tenho dificuldades de fazer aquilo que desejas que eu faça.


Bom Dia! Max Lucado.

MENSAGEM – 28 de Abril

Ele assumiu nosso lugar


Cristo […] se tornou maldição em nosso lugar.

Gálatas 3.13


Todos os aspectos da crucificação tinham o propósito de não apenas ferir a vítima, mas de envergonhá-la. A morte sobre a cruz normalmente era reservada para os criminosos mais vis: escravos, assassinos, homicidas e semelhantes. A pessoa condenada marchava pelas ruas da cidade, levando nos ombros a travessa da cruz e usando uma placa no pescoço que indicava o nome do seu crime. No local da execução, era despido e zombado.

A crucificação era tão abominável que Cícero escreveu: “Que o próprio nome da cruz esteja longe, não apenas do corpo de um cidadão romano, mas até mesmo de seus pensamentos, seus olhos e seus ouvidos”.

Jesus foi não apenas envergonhado diante das pessoas; ele foi envergonhado diante do céu.

Uma vez que levou sobre si o pecado do assassino e do adúltero, ele sentiu a vergonha do assassino e do adúltero. Ainda que nunca tivesse mentido, ele carregou a desgraça de um mentiroso. Embora jamais tivesse trapaceado, sentiu o embaraço de um trapaceiro. Uma vez que levou o pecado do mundo, ele sentiu a vergonha coletiva do mundo.

Enquanto estava na cruz, Jesus sentiu a indignidade e a desgraça de um criminoso. Não, ele não era culpado. Não, ele não cometeu nenhum pecado. E não, ele não merecia ser sentenciado. Mas eu e você sim, erramos e merecíamos.


Senhor Jesus, tu sofreste a mais vil desgraça e vergonha sobre a cruz. E tu o fizeste em favor do mais vil e desgraçado pecador. Por tua graça tu não nos dizes para mudar, mas tu nos ajudas a mudar. Tu nos aceitas como somos, quando nos chegamos a ti com o coração arrependido.


Bom Dia! Max Lucado.

MENSAGEM DE HOJE – 27 de Abril

Uma ideia do céu


O SENHOR se agrada dos que o temem, dos que colocam sua esperança no seu amor leal.

Salmos 147.11


Não se veja como um produto do DNA dos seus pais, mas como uma ideia completamente nova do céu.

Quando nossos dons iluminam Deus e ajudam seus filhos, você não acha que ele sorri? Vamos passar uma vida inteira deixando-o orgulhoso.

Use sua singularidade para fazer isso. Você saiu do ventre de sua mãe com um chamado. Não se veja como um produto do DNA dos seus pais, mas como uma ideia completamente nova do céu.

Faça um trato com Deus. Torne-se quem você é para ele! Ele não transferiu você de uma vida sombria e morta para uma aventura rica rumo ao céu? Lembre-se: você foi chamado para “anunciar as grandezas daquele que os chamou das trevas para a sua maravilhosa luz” (1Pe 2.9). E faça isso todos os dias da sua vida.

Uma vida comum? O céu não conhece essa expressão. Com Deus, todos os dias são importantes, toda pessoa é levada em conta.

E isso inclui você.

Você faz algo que ninguém mais faz, de uma maneira que ninguém mais faz. E quando sua singularidade se encontra com o propósito de Deus, vocês dois vão se alegrar para sempre.


Sou tão agradecido porque, contigo, Pai, todos os dias são importantes, toda pessoa é levada em conta. Tu formaste minha vida no ventre da minha mãe. Cada parte do meu ser foi formada por ti para um propósito específico. Que eu mantenha meu coração firmado no objetivo de fazer a tua vontade.


Bom Dia! Max Lucado.

MENSAGEM DE HOJE – 26 de Abril

Sentindo como os feridos


Ao ver as multidões, teve compaixão delas, porque estavam aflitas e desamparadas, como ovelhas sem pastor.

Mateus 9.36


Que sejamos as pessoas que olham para os feridos até que sintam a mesma dor que eles sentem. Nada de sair apressado, de se afastar ou de desviar os olhos. Nada de fingir ou disfarçar. Que olhemos para a face até vermos a pessoa.

Uma família de nossa congregação vive com a tocante realidade de que o filho é um sem-teto. Ele fugiu quando tinha dezessete anos e, com exceção de algumas poucas ligações da prisão e uma visita, eles não tiveram contato com ele por vinte anos. A mãe permitiu que eu a entrevistasse num encontro de liderança. Enquanto nos preparávamos para a conversa, perguntei por que ela estava disposta a revelar sua história.

“Quero mudar a maneira como as pessoas veem os sem-teto. Quero que parem de ver problemas e comecem a ver filhos que têm mãe”.

A mudança começa com um olhar genuíno. E continua com uma mão auxiliadora.

Obras feitas em nome de Deus duram muito mais do que nossa vida terrena.


Senhor, estou cercado de pessoas feridas que não têm esperança. Elas são miseráveis e estão perdidas sem a tua misericórdia. Perdoa-nos quando nos afastamos delas motivados por indiferença negligente. Que nosso coração seja quebrantado pelas coisas que partem o teu coração.


Bom Dia! Max Lucado.

MENSAGEM DE HOJE – 25 de Abril

Uma coroa de espinhos


A minha salvação e a minha honra de Deus dependem; ele é a minha rocha firme, o meu refúgio.

Salmos 62.7


“Então, os soldados do governador levaram Jesus ao Pretório […] Tiraram-lhe as vestes e puseram nele um manto vermelho; fizeram uma coroa de espinhos e a colocaram em sua cabeça” (Mt 27.27-29).

O fruto do pecado são os espinhos — afiados, pontiagudos e cortantes.

Enfatizo a “questão” dos espinhos para sugerir outra que talvez você nunca tenha considerado: se o fruto do pecado são os espinhos, a coroa de espinhos na cabeça de Jesus não seria um retrato do nosso pecado que perfurou o coração dele?

Qual é o fruto do pecado? Caminhe pela trilha espinhosa da humanidade e sinta alguns cardos. Vergonha. Medo. Desgraça. Desânimo. Ansiedade. Nosso coração já não se enroscou nesses arbustos?

O coração de Jesus, porém, não. Ele nunca foi cortado pelos espinhos do pecado. O que eu e você enfrentamos diariamente ele nunca conheceu. Ansiedade? Ele nunca se preocupou! Culpa? Ele nunca foi culpado! Medo? Ele nunca saiu da presença de Deus! Jesus nunca conheceu o fruto do pecado até que se tornou pecado por nós.


Senhor Jesus, tu conheces o custo da graça. Tu sabes qual é o preço do perdão. Mas tu o ofereces mesmo assim. A salvação é a tua obra e a tua despesa. Tu tomaste os anos desperdiçados da vida e as escolhas ruins da vida e respondeste a eles com uma palavra: graça. Tua graça cobre o nosso pecado.


Bom Dia! Max Lucado.